[Radio Tour] Opinião de Dinah sobre seus fãs! - Conexão Dinah | Conecte-se cada vez mais a Dinah Jane!

Home Top Ad

segunda-feira, 17 de setembro de 2018

[Radio Tour] Opinião de Dinah sobre seus fãs!

O que Dinah acha de seu fandom? 

Fifth Harmony, Blotted Up, Álbum de estréia e mais! 


Location: New York City (NY)
Date: 12 de Setembro 
Countdown: 9 dias. 

Sobre rádio 
          A WHTZ (100.3 FM) - marca Z100 - é uma estação de rádio comercial Top 40 (CHR) licenciada para Newark, New Jersey e servindo a área metropolitana de Nova York. Propriedade da iHeartMedia, a WHTZ é a principal estação de Elvis Duran e o Morning Show. Os estúdios da WHTZ estão localizados no Edifício AT & T, no bairro de Tribeca, em Manhattan, enquanto o transmissor da estação está localizado no Empire State Building.

WHTZ transmite no formato HD Radio. A estação também pode ser ouvida via rádio via satélite SiriusXM (canal 12).



Dinah e Lauren compartilham seus trabalhos! 
          Após o anuncio oficial e último show como banda, ainda ao primeiro semestre de 2018, o público refere-se ao fato de que laços de amizade e companheirismo haviam de ser cortados logo ali quando as cortinas se fecharam, mas, porquê Lauren Jauregui e Dinah Jane provam não seguirem quaisquer regras nas quais rotuladas? Confira!



         Ela conta, "Ela e eu literalmente perdemos a paciência e somos como "Oh Meu Deus, você tem que escutar!!!". Além de brincar no pequeno trecho que fala sobre sua amizade com a também cantora e ex parceira de banda, recorda a si mesma de falar tal como: “Ela anda tão empolgada por onde eu estou indo. Ela está como ‘eu estou tão feliz por você’, sempre estamos compartilhando uma a outra”, ela confirma.
        Naquele mesmo meio tempo, ainda se permite contar o que acha a respeito dessa situação; “Acho que é esse tipo de sistema de apoio que todos precisam”, conta e ainda acrescenta, “parece família”.

        Ainda, por um curto período ao comentarem sobre Normani, ela afirma sorrindo para a entrevistadora: “Ela está arrasando” e ainda agradece, confirmando o que haviam lhe dito. Todas estão! 



Sobre Fifth Harmony 
         Quando questionada sobre quem ela tem sido após deixar Fifth Harmony, a cantora conta num suspiro após dizer ter sido assustador, “Eu estava tão exposta para muitas coisas, eu e as garotas”, contando que haviam tantos estilos diferentes que até mesmo falou sobre os vídeos clipes de 7/27 que se diferem muito bem.




         “Eu tinha me sentado comigo mesma e estive como ‘Okay, o que é isso? quem é este? é você? quem é você como artista?’ e eu literalmente me sentei em casa, escrevi muitas coisas”, comenta. “Minha mãe é uma cantora/compositora para ela mesma, então nós tivemos algumas dessas ideias e demos vida a elas”, conta.
         “Eu fui apenas eu, trazendo minha influência cultural e isso é basicamente falando sobre minha história, pois eu posso ser tão quieta, posso ter tantas coisas secretas”, fala ela sorrindo. “Talvez sentindo alguma equipe e caminhando dentro de quem eu estou destinada a ser”.
         “É um tempo perfeito para todas nós”, comenta quando questionada que Fifth Harmony teria o mesmo futuro de One Direction após sua pausa. “Pois somos unicamente diferentes umas das outras”, diz. “Nós aprendemos muito sobre umas às outras no passado e demos um passo para erra nova era, é sobre torcer umas às outras”.
         “Nenhuma de nós poderíamos ser essa pessoa ou poderíamos ser essa pessoa, tudo o que você pode ser, é você mesmo”, finaliza. “Esse é o único caminho que você deve estar”. 

Era ela a mais falante do grupo? 
         Seguindo este mesmo raciocínio, ela ainda é dada como a pessoa na qual não mais falante de Fifth Harmony! “Estando no grupo, eu não fui a pessoa mais falante, gostava muito de mim mesma. E garotas crescem querendo falar sobre alguma coisa, tendo muitas experiências”.



        “Eu posso lançar músicas[sozinha] agora mesmo”, ela conta que fora essa a decisão tomada ao conversar consigo mesmo, alegando ali ser o ponto principal de seu início, “Isso foi em Janeiro”, acrescenta.
        “Eu tenho tantas gravações que eu gosto e sou apaixonada por elas. Elas me inspiram, me fazem feliz e com que eu me mova”, em seguida passando a dar mais detalhes sobre a própria carreira: “Eu colaborei com muitos produtores e escritores incríveis, eu criei um time”, conta. “Honestamente, eles me foram muito colaborativos para mim entregar minha estória”.

Sobre trabalhar com Ty Dolla e Marc E. Bassy
            “Blotted Up é particular”, afirma. “Eu senti que queria como minha primeira introdução, apenas porquê eu passei um tempo onde adquiri nela meus sentimentos contando a alguém como eu realmente me sinto”, fala. “Eu espero que esse começo seja apenas para entrar nele estando pronta”.





            É sobre alguém que está tendo um momento difícil”, acrescenta. “Compartilhando suas emoções, então ele engarrafa[bottle up] seus sentimentos”. “Eu tenho dois de meus artistas favoritos nela[canção], Ty Dolla e Marc, meus garotos”, alega ela sorrindo por isso.             
            “Marc é um gênio. Eles são tão rápidos e criativos, tão envolvidos, eles afundam dentro da música, e eu os vejo se divertindo tanto e fico ‘Wow, eu estou me divertindo o suficiente?’”, conta fazendo todos a rirem alto dentro da sala. “Eu apenas amo aprender vindo de outros artistas, é inspirador. Esses são meus garotos e eu sou apenas agradecida que temos nossas vozes, diferentes texturas e nós completamos uns aos outros”, finaliza.
       
           “O álbum, na realidade, há mais camadas”, conta. “É como um fresco, ‘Hey eu estou aqui, vamos dar um pontapé. Seja meu amigo, eu sou seu amigo’ “ brinca. 


Sua opinião sobre seus fãs! 
          Em seguida ela é questionada sobre muitas perguntar ao Twitter, como conta a entrevistadora ‘fãs incríveis’, entrando ao assunto relativo ao nome de seu fandom: “Dinahsty, eu acho que é Dinahsty, eu realmente amo Dinahsty”. Passando à um pouco de sua própria opinião ao respeito: “Eu acho que é porque pessoas erram meu nome às vezes”, e assim passa a dar exemplos contando aos dedos: “Dina,Diná, Diana”, brinca entre os nomes. “Então foi Dinahsty, mas poderia ser Dinahmite”





        “Eu amo minha coroa”, ela brinca, relacionando ao emoji que usa ao lado de seus nomes nas redes sociais e se mantém até hoje. “Teve uma vez que eu a tirei[do perfil] e eles literalmente vieram e me bombardearam como: ‘coloque a coroa de volta ou eu irei embora’ “, ela ri falando: “Okay, mãe”.

        “É fácil se deparar com coisas negativas”, ela fala. “Pessoas começavam a viver com coisas em suas cabeças e isso não é seguro”, referindo-se sobre coisas que encontra em suas redes sociais, destacando o Twitter. “É tóxico, mas, todo o amor que começou a regar sobre mim fez com que eu os encorajasse a compartilhar luz com quem estivesse aos seus redores”, não deixou que generalizasse todos os seus fãs. “Eu acho que sobre eles, eu amo como são envolvidos”.

        Ela ainda brinca sobre um momento recente: “Havia uma garota que sabia mais de mim, do que a mim mesma”, conta. “Ela estava como: ‘Então, nesse dia, nessa premiação, o que Dinah comeu?’ “, fez com que a entrevistadora risse alto, outra vez. “E eu jurei que era sushi, mas era pizza!”, afirmou. “Mas ela sabia exatamente a data na qual postei aquela foto”, fala do fanatismo. 



Confira a matéria completa

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Postagem mais recente Postagem mais antiga Página inicial